Experimente grátis
Entrar

Insights

« Voltar para a lista de insights

A transformação digital nos eventos e interações

Os eventos sempre foram estratégias eficazes para vendas, marketing, divulgação de soluções e produtos.

Nesses eventos, os participantes geralmente estão em busca de novos conhecimentos, networking ou até mesmo para confraternizar.

Nos últimos anos, a adoção de novas tecnologias vem revolucionando diversos setores como indústria, comunicação e educação. Isso não seria diferente no setor de eventos.

A transformação digital dos eventos já é uma realidade, principalmente com a demanda que advém do próprio público, que está cada vez mais conectado com meios e ferramentas digitais.

O número de informações disponíveis, facilidades de acesso ao conhecimento e a produtos também faz com que os eventos precisem ser repensados. Dispor de tempo, deslocamento e investimento para participar de um evento não é mais tão fácil, nem tampouco é o mais prático.

Com o advento da tecnologia e a facilidade dos acessos, diversos expoentes do setor já têm entendido que é fundamental se apropriar e utilizar a tecnologia a favor dos eventos. Graduações, formações e cursos online são uma realidade presente no nosso dia a dia. E se não queremos ficar para trás, precisamos, no mínimo, entender esse cenário e tentar perceber de quais formas as tecnologias podem estar a favor do seu evento.

Vamos então entender alguns aspectos que podem dar direcionamento sobre quais perspectivas precisamos ter em mente para não se perder nesse novo cenário.

Eventos

Sim, precisamos entender nossas interações como eventos. Uma reunião, alinhamento, curso, formação e até mesmo uma aula precisam ser entendidos como um evento.

Perceber dessa forma faz com que tenhamos uma maior responsabilidade e compromisso com sua realização. Não há mais como não entender que é preciso planejar, pensar, refletir e alinhar.

Planejar seu evento ou apresentação, entender as necessidades e expectativas do meu público, permitir que eles interajam e se sintam de verdade participantes do processo são alguns dos aspectos que não podemos deixar de lado.

Abordagens

Alinhado as necessidades de cada evento, precisamos debater sobre como pretendemos abordar e interagir com o público.

Seu evento pode ter diferentes abordagens:

Expositivo – quando o foco e objetivo é apresentar informações, expor ideias. O público está passivo no processo.

Expositivo dialogado – modelo expositivo, dialógico, mas com a possibilidade de uma interação colaborativa e com participação ativa do público.

Interativo – consegue prender a atenção do público através da interação, utilização de recursos digitais, explorando a inovação e construção de novas ideias. (Faça isso com Edupulses clicando aqui)

Participativo – modelo focado em permitir a construção conjunta, brainstorm, participação e diálogo.

Demonstrativo – focado na exposição, mas permitindo a experimentação, apreciação.

Experiencial – Modelo mão na massa, de construção, aula prática.

Importante lembrar que são modelos que se complementam de certo modo, mesmo que sirvam em determinados momentos ou situações a propósitos diferentes. Não há modelo certo ou errado, e reforçamos que toda e qualquer estratégia ou modelo deve estar diretamente associado aos seus objetivos.

Formatos

Outro aspecto a se pensar são os formatos do evento.

Seu evento pode ser:

Presencial – Eventos que acontecem com 100% das pessoas presentes em um local predeterminado. Considere pessoas os participantes, os palestrantes, expositores e todos os envolvidos na execução do evento.

Virtual ou a distância – Eventos que acontecem com 100% das pessoas participando virtualmente, via tecnologias digitais.

Híbrido – Eventos que acontecem parte presencialmente e parte virtualmente. Sejam com participantes a distância, seja com palestrantes a distância.

Estes ainda podem ser:

Síncronos – quando participantes e expositores estão ao vivo, presentes, mesmo que a distância.

Assíncronos – encontros onde parte do evento ou todo ele pode estar gravado, mesmo que tendo data específica de disponibilização do acesso.

Todos esses formatos podem potencializar as interações através do Edupulses. Cadastre-se gratuitamente aqui!

Entendendo estes aspectos já demos o primeiro passo para olhar diferente para os eventos e seus modelos, compreendendo os objetivos, abordagens e tendências que podem fazer do seu evento um sucesso.


Willian Echeverria é Content Producer no Edupulses. Graduando em Psicologia e pesquisador em Educação, Aprendizagem e Metodologias Ativas. Willian se desafia todos os dias na busca de novas metodologias e ferramentas ativas que auxiliem no processo de ensino-aprendizagem.

Compartilhe