Experimente grátis
Entrar

Insights

« Voltar para a lista de insights

As diferentes gerações

Dentro das organizações e instituições, o cenário hoje é: várias gerações atuando e aprendendo juntas, compartilhando atividades, responsabilidades e opiniões.

Diante dessa realidade, é preciso compreender que gerações são essas para assim saber lidar com elas e seus conflitos (internos e entre gerações). Deste modo, precisamos pensar estratégias e métodos adequados as diferentes posturas, valores, visões de homem e mundo.

A forma de liderar, instruir, ensinar, aprender e outros processos precisa ser planejada para garantir as melhores estratégias e metodologias que auxiliem estes estudantes, acadêmicos ou profissionais.

Ao pensarmos, por exemplo, o processo educacional, temos o exemplo mais prático e claro das diferenças entre as gerações e as necessidades advindas desse diálogo.

Grande parte dos estudantes que hoje estão cursando o ensino fundamental e médio nasceram no século XXI, e sempre viveram na era da internet. Enquanto isso, muitos educadores que ainda estão atuando estudaram em enciclopédias, decoraram livros e, de certo modo, reproduzem a forma como foi ensinado a eles. A era digital trouxe inúmeras mudanças para a sociedade, entre elas, um enorme gap geracional. As diferenças são tão grandes que as novas gerações passaram a ser classificadas a cada 10 anos, em média.

Nota: Autores discordam sobre a distribuição exata das datas em que inicia e termina cada uma das gerações, mas concordam em suas características.

É importante esclarecer que essas não são definições, e sim um conjunto de características dos grupos de pessoas que nasceram nessas épocas, sua forma de ser no mundo e, além disso, uma forte relação com o desenvolvimento de novas tecnologias, acontecimentos e fatores culturais e sociais, que criaram contextos e experiências únicas em cada uma das gerações.

E é por isso que educar essa nova geração de alunos com cartilhas do século passado é insustentável. Como nasceram em um mundo dominado pela tecnologia, o novo perfil do aluno da atualidade tem acesso a informações a todo momento, vindas de todas as formas e todos os lugares.

Os alunos do século XXI têm um perfil bem definido: eles se comunicam via redes sociais e mensagens instantâneas de poucos caracteres, têm pouca paciência (e capacidade de concentração) para as abordagens mais longas, que marcaram o ensino das gerações passadas.

O perfil do aluno da geração Z é extremamente prático. Buscam soluções para problemas reais e estudar assuntos relacionados com a sua realidade.

É por isso que pensar novas formas, formatos, tecnologias e interações é de extrema importância. Mas, afinal, quais são essas gerações? Conheça mais sobre essas gerações neste infográfico.


Willian Echeverria é Content Producer no Edupulses. Graduando em Psicologia e pesquisador em Educação, Aprendizagem e Metodologias Ativas. Willian se desafia todos os dias na busca de novas metodologias e ferramentas ativas que auxiliem no processo de ensino-aprendizagem.

Compartilhe