Experimente grátis
Entrar

Insights

« Voltar para a lista de insights

Como manter seus alunos engajados durante a aula?

Você gostaria de manter seus alunos engajados a maior parte do tempo? Não gostaria mais de vê-los dormindo durante as suas aulas?

Esse é o desejo de todos nós, educadores, mas também um grande desafio. Nos deparamos com eles dormindo, conversando, no celular ou desenhando no caderno enquanto fazemos a nossa explanação. E como mudar essa realidade?

Pensando nisso, fomos estudar as teorias da motivação, para pensar em como estimulá-la no nosso público. Descobrimos uma nova teoria da motivação, com base na Psicologia Positiva, que acreditamos que possa ajudar.

Você já ouviu falar em flow?

Sabe aquela sensação de que você não viu o tempo passar, de tão gratificante que era aquele momento? Isso se chama flow!

Flow é uma teoria desenvolvida pelo psicólogo húngaro Mihaly Csikszentmihalyi (quer saber como se pronuncia seu nome?  Clique aqui.), que representa um grande avanço nos estudos sobre motivação.

Estado de Flow, segundo o psicólogo Myhaly Csikszentmihalyi é o perfeito casamento entre habilidades e dificuldades da tarefa. Com a repetição, os desafios tendem a aumentar para que o grau de habilidade também aumente. Assim você permanece em estado de flow mais tempo.

Esse conceito foi desenvolvido por Csikszentmihalyi através de estudos sobre atividades consideradas intrinsecamente motivantes, que proporcionavam prazer em sua realização e levavam a pessoa a um estado profundo de envolvimento e um sentimento de felicidade.

Desta forma, Flow pode ser definido como:

Um estado psicológico de êxtase; um estado espontâneo de alegria enquanto se executa uma tarefa, que resulta de uma integração de processos cognitivos, de característica da tarefa e de estados emocionais múltiplos.

O Flow acontece em condições específicas: quando a atenção está totalmente focada na atividade, quando há equilíbrio entre desafio e habilidade, as metas são claras e há retorno (feedback), o que gera uma perda da noção do tempo e sentimentos de satisfação e alegria.

Para que esse estado de flow ocorra, é necessário um equilíbrio entre desafio e habilidade: se o desafio for alto e a pessoa não tiver habilidades suficientes para executá-la, o sentimento será de ansiedade e frustração, por outro lado, se as habilidades para determinada tarefa forem altas mas o grau de dificuldade pequeno, a sensação é de tédio. O flow acontecerá quando os desafios e habilidades estiverem em perfeito equilíbrio.

Quando os desafios são equilibrados em relação às habilidades, a atenção é deslocada de outros estímulos para a tarefa que está sendo executada, ocasionando gratificação e prazer na realização da tarefa.

Como estimular o flow em suas aulas?

Segundo o psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, existem 7 condições para as pessoas entrarem em estado de flow:

 Foco: estar completamente envolvido no que está fazendo. Desta forma, a atividade deve ser atraente e estimulante.

– Sensação de êxtase: proporcionar atividades que saiam do usual. Jogos como quiz proporcionam essa sensação.

– Clareza: saber o que precisa ser feito e o quão bem estão fazendo. Feedbacks constantes e imediatos proporcionam essa clareza.

– Saber que a atividade é factível: que suas habilidades são adequadas para a tarefa. Quando a atividade proposta é acima das habilidades das pessoas, o sentimento ocasionado é o oposto do flow – frustração.

– Sentimento de serenidade: atividades que possam ser desafiadoras mas não vão além de suas habilidades. Tente utilizar ferramentas que mapeiem o perfil do seu público antes de propor atividades desafiadoras.

Quer saber um pouco mais sobre Flow?

Separamos esse TED de Mihaly Csikszentmihalyi expondo sobre Flow – o segredo da felicidade:

Compartilhe