Experimente grátis
Entrar

Insights

« Voltar para a lista de insights

O que é Gamificação?

Gamificação já é uma expressão conhecida quando pensamos em formas de tornar mais engajador aulas e eventos. Mas ainda há pessoas que tem a concepção errada do termo.

A palavra Gamificação (Gamification em inglês) é um neologismo derivado da palavra game, que em português é jogo.

Mas se você acha que gamificar é simplesmente jogar ou usar jogos está muito enganado! A Gamificação consiste em trazer para as interações cotidianas (sejam elas aulas, palestras, tarefas ou eventos) alguns elementos e mecânicas dos jogos, com o objetivo de gerar mais engajamento, dinamicidade, dedicação e prazer para as atividades. Isso acontece, pois, esses elementos oferecem, para quem passa pelo processo gamificado, a sensação de conquista, evolução e conclusão. Assim, ela é incentivada a continuar naquele caminho para completar missões e subir de patamar.

Portando, a gamificação tem como finalidade o engajamento, motivação para a ação, além de promover o aprendizado e a resolução de problemas.

OS 8 PILARES DA GAMIFICAÇÃO SÃO:

O coreano Yu-Kai Chou, que é um dos pioneiros da Gamificação no mundo, desenvolveu o Octalysis, que é um octógono no qual os 8 pilares da gamificação estão estruturados.

O QUE SIGNIFICAM ESTES PILARES?

Significado e Vocação Épica

Esse é o pilar no qual o indivíduo acredita estar fazendo algo maior que ele ou que foi “o escolhido” para fazer algo. O indivíduo se dedica àquilo não somente porque quer algo em troca, mas porque acredita estar fazendo algo de uma importância muito grande.

Desenvolvimento e Conquista

Melhorar, ganhar mais experiência e desenvolver habilidades dá uma sensação de satisfação que nos move a querer sempre mais, pois conquistar desafios é muito recompensante. Vale lembrar que para a sensação de recompensa ser efetiva, é preciso ter um desafio.

Fortalecimento da Criatividade e Feedback

Precisamos de possibilidades para expressar a criatividade, do mesmo modo que precisamos visualizar e perceber os resultados dos experimentos criativos, tendo feedback sobre isso.

Propriedade e Posse

Por mais desapegado que alguém seja, todos nós temos uma grande motivação a posse, principalmente se foi algo conquistado. Seja um objeto material ou virtual ou ainda coisas mais simples como benefícios, vantagens, entre outros.

Quanto mais batalhamos pela conquista, mais ela tem valor. Nesse caso, essa é a materialização/concretização que pode servir como validação do segundo pilar “desenvolvimento e criatividade”.

Influência Social e Pertencimento

Esse pilar diz respeito ao sentimento de comunidade e pertencimento, tanto quanto ao de competição. Se um amigo ou pessoa próxima tem algo admirável ou é muito bom em alguma coisa, ficamos motivados a ter isso também. Isso está relacionado ainda ao nosso desejo de fazer parte de um grupo que nos identificamos ou temos algo em comum.

Escassez e Impaciência

Pelo simples fato de associarmos a escassez à raridade, tudo que é escasso ou difícil gera o sentimento de grande valia. É o princípio que guia o valor de metais e pedras preciosas, por exemplo. Se não conseguimos ter aquela coisa naquele momento que desejamos, inicia-se um processo de impaciência e ansiedade, gerando um desconforto que só será sanado na conquista.

Imprevisibilidade e Curiosidade

A motivação que temos de querer descobrir o que vai acontecer depois de ocorrer algo marcante é o que gera o engajamento na gamificação. Próximas fases, a curiosidade e a imprevisibilidade nos engajam e motivam na continuidade de um processo gamificado.

Prevenção de perdas

É a motivação que nos faz continuar trabalhando para não perder alguma coisa que já conquistamos. Essa motivação costuma ser diretamente proporcional à dificuldade da conquista, ou seja, quanto mais difícil foi de conquistar alguma coisa, mais dolorosa seria a perda, e é por isso que nos esforçamos para mantê-la.

Resumindo, a gamificação traz para qualquer interação do cotidiano pelo menos um desses 8 pilares mostrados do universo dos jogos games, e que são essenciais para manter os jogadores engajados e motivados.


Willian Echeverria é Content Producer no Edupulses. Graduando em Psicologia e pesquisador em Educação, Aprendizagem e Metodologias Ativas. Willian se desafia todos os dias na busca de novas metodologias e ferramentas ativas que auxiliem no processo de ensino-aprendizagem.

Compartilhe